Confira as regras vigentes na CCT 2016/17

27/07/2016
Imagem indisponível

O índice de reajuste salarial de 2016 foi fechado em 8%. Apesar de a negociação ter sido finalizada no final de junho, a alteração deve ser aplicada retroativamente nos salários de maio, sendo a diferença apurada paga a título de abono.

Uma mudança realizada em comum acordo na Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) foi a redução da garantia mínima para 30 horas extras aos motoristas (nos termos da atual convenção – lembrando que estas terão acréscimo  apenas de 50%). A participação nos lucros e resultados (PLR) será concedida em duas parcelas iguais de R$ 400,00, pagas nos meses de outubro/2016 e abril de 2017.

Os valores de diárias de almoço e jantar serão de R$ 22,00; e o de pernoite, R$ 26,40. As empresas que já praticam valores iguais ou superiores a estes devem aplicar reajuste de 10% nas refeições. A cesta básica passa a ser de R$ 129,60.

O banco de horas é de até 1 ano, mediante termo aditivo; a as horas de espera conforme previsto na lei. Confira nos quadros os salários normativos e os reajustes proporcionais:

SALÁRIOS NORMATIVOS MAIO/2016
Motorista Bitrem / Rodotrem R$ 1.829,82
Motorista de Carreta R$ 1.590,63
Motorista Operador de Pá Carregadeira R$ 1.590,63
Motorista de Empilhadeira acima de 15 t R$ 1.829,82
Motorista de Empilhadeira até 15 t R$ 1.447,95
Motorista de Truck e Veículos Leves R$ 1.447,95
Conferente R$ 1.158,36
Auxiliar de Escritório R$ 921,91
Ajudante R$ 885,85

 

PARADIGMAS

Todos os empregados admitidos a partir de 1º de maio de 2015 e que não têm paradigma – ou não sujeitos à Tabela de Salários Normativos, terão assegurada uma correção proporcional aos meses decorridos, da efetiva admissão, até a data de 15 de abril de 2016. 

Maio/15 8,0%
Junho/15 7,33%
Agosto/15 6,67%
Setembro/15 5,33%
Outubro/15  4,67%
Novembro/15 4,0%
Dezembro/15 3,33%
Janeiro/16 2,67%
Fevereiro/16 2,0%
Março/16 1,33%
Abril/16  0,67%