Bairros próximos ao Porto de Santos recebem orientações sobre produto químico

10/04/2018

Os moradores dos bairros do Macuco e Estuário, que ficam na margem santista do Porto de Santos, participaram na última quinta-feira de uma palestra sobre a amônia, produto químico utilizado nas operações. O objetivo foi tranquilizar as pessoas a respeito da segurança da manipulação do produto e orientar a população em relação a procedimentos em caso de suspeita de vazamento. A amônia é um composto químico usado na refrigeração industrial. Em caso de vazamento, exala um odor forte e incômodo, podendo ser perigoso em caso de inalação.

O evento foi promovido pela Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp) e pela Defesa Civil de Santos, com apoio do Corpo de Bombeiros do Estado de São Paulo e participação das empresas Cutrale, Citrosuco e Louis Dreyfus, que atuam no Porto de Santos. A palestra aconteceu na Unidade Municipal de Ensino (UME) Auxiliadora da Instrução, no bairro do Estuário, em Santos. O palestrante foi o Engenheiro Ambiental Sandro Ferreira. Ele explicou aos moradores o que é o composto que forma a amônia e seu uso nos terminais portuários. O especialista disse aos moradores o que fazer quando houver a suspeita de vazamento e a quem devem informar para fazer o controle. De acordo com o Técnico de Segurança do Trabalho da Codesp Evandro Lourenço, a atividade faz parte dos esforços da Companhia Docas para fortalecer a relação Portocidade: "o objetivo é levar aos moradores informações e instruções do que fazer em situações de emergência. No futuro, a Codesp pretende fazer um simulado de evacuação da área, com a participação dos moradores e da Defesa Civil". Fonte: Codesp.