Prefeitura de Santos e MP firmam TAC sobre enchentes

06/07/2018

A Prefeitura de Santos firmou um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com o Ministério Público sobre as medidas necessárias para solução de drenagem na Zona Noroeste. O objetivo é minimizar os impactos causados pelas chuvas alagam a região.  
Dentre as medidas previstas no TAC está a conclusão das obras da Avenida Haroldo de Camargo, no bairro Castelo. Até o momento já foram executados 70% dos trabalhos. A Prefeitura foi pré-selecionada para obter os recursos para a implantação de uma estação elevatória (que bombeará as águas das chuvas e maré alta) no final do canal da Haroldo de Camargo, pelo Programa Avançar Cidades, do Governo Federal.  
A estação com comporta e três bombas terá capacidade de bombear até seis mil litros de água por segundo para o Rio Bugres e está prevista no Programa Santos Novos Tempos. O valor previsto para essa obra é de R$ 30 milhões. O projeto executivo está pronto e aguarda a liberação da verba. O prazo para início da obra é de um ano, em função da necessidade obtenção de recursos e realização de processo licitatório.
O documento foi assinado pelo prefeito Paulo Alexandre Barbosa, pela promotora de Justiça Almachia Zwaarg Acerbi, pelo advogado da Associação Comunitária Castelo, Fabio Eduardo Martins Solito e pelo morador da Zona Noroeste Carlos Alberto Raia Ferreira. Fonte: Diário do Litoral.